29 de Setembro de 2008

Azul escuro concentrado, azul marinho com a força do mar, azul claro com a força do céu, sempre azul. Essa tela onde se pintam núvens e pássaros sem calma e segundo dizem seres de outros planetas em alta velocidade que se cruzam com inúmeros aviões e outras aves mecânicas ou de ar aquecido. Essa imensa cor que se estende em mares até beijar a terra em espuma branca de sal. A beleza é sempre azul, como os olhos de um gato siamês que guardam na sua salmoura o instinto selvagem da morte.

publicado por P. às 09:29

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

2 seguidores
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
30


posts recentes
arquivos
2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


subscrever feeds
blogs SAPO